Foi BABACA por EXPOR o PRÓPRIO FILHO? | Quartas-Reddit #60

Publicado em 19 Out 2021
A jeba da justiça está de volta! Quem será o babaca? Ajude a julgar nos comentários.

• Loja LubaTV: loja.lubatv.com.br
• Seja um MEMBRO: www.youtube.com/LubaTV/join
• Envie seu MEME: www.reddit.com/r/lubatv
• Canal de Gameplays: www.youtube.com/lubatvgames
• STREAM: twich.tv/lubatv

Endereço para cartas, presentes & press kits:
Caixa Postal 174
CEP 88701-970
Tubarão - Santa Catarina

Comentários: 4 746

  • Tá vendo luba, férias duram 14 DIAS.

    • Kkķkkkkkkkk

    • Esse comentário era para ser uma piada

    • Não é ferias, é um tempo, tempo esse que pode ser a vida toda dele

    • @Madu Oliveira é ironia cara

    • Tem gente que não sabe o que é IRONIAAAAAAAAAAAAAA

  • Última história é tipo: "Caralho? Minha mãe me aceitou? Não teve nem uma novelinha mexicana? Porra vou sair de perto disso, chatão"

    • @José Henrique Sales da Silva eu amei o seu comentário mds

    • Não

    • Apesar de eu saber q ela poderia ter sido mais sensível na situação Essa história me lembrou a música do Ultraje a Rigor, Rebelde sem Causa KKKK

    • KKKKKK sim

    • Sim cara,a mãe dele foi super de boa,sim ele tem uma ansiedade apt contar isso,mas a mãe dele é humana e também tem estresse e numa casa lotada fazendo comida,cara ele tbm não teve empatia por ela

  • a ultima história: "mãe eu sou gay" "quem?" "eu" "te perguntou"

  • Mãe do Jack: Ok, tudo bem você ser gay, eu não me importo. Reddit: KKKKKKKTU É BABACAKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    • @Alvimar C. Cara ela contaria para quem?Deveria guardar para si e se sentir um mostro??

    • @Sans Otaku Penso o mesmo, acho que ele pensou que a mãe iria fazer um alarde em Vitória e se emocionar com ele mas quebrou a cara quando viu que ela não se importa com a sexualidade dele

    • @Prod. VexManSS Acredito que ela falou pra família pelo simples fato que ela não considera nada de mais(sexualidade), e é nada de mais

    • faz sentido nenhum kkkkkkkkkkkk

    • @DanDan TSM típico a pessoa não entender o que passa pela mente da pessoa que tiltou e falar que ela é mimada ou coisa do tipo

  • eu ia ser q nem essa mãe "mãe, sou gay" "ta, e eu c isso?" jurokkkkkkkkk

    • Eu ia falar:eu tbm

    • Tipo, eu não vou te tratar diferente por isso então FDS

    • pft essa vitória

    • Pse.. eu ia mandar um: tá bom, já fez o dever d casa? Vai fazer o dever d casa

    • @não sei o que colocar me empresta sua mae por 1s semanas

  • Filho: "mãe, sou gay" Mãe: "tá, foda-se, vai brincar, vai" Filho: foge de casa porque os pais aceitam ele

    • @Alvimar C. Exatamente

    • @Darley Davis Eu tenho um pé atrás com todas as histórias desse sub-Reddit justamente por isso. A pessoa que narra controla a narrativa, sempre dá pra distorcer uma coisinha aqui e ali.

    • O único babaca foi o boy kakakakaka

    • A vdd é que os adolescentes dessa geração não aguentam que tão sendo bem mais aceitos q a geração anterior. Querer ter uma história triste pra contar

    • Eu tenho quase certeza de que essa moça deu uma distorcida na história só pra pagar de santa

  • como normalmente é: Filho: "Mãe, sou gay." Mãe: "saia desta casa agora." Como foi: Filho: "Mãe, sou gay." Mãe: "ok, ainda te amo." Filho: "aff, vo embora."

    • @jeleberz SIMMMMMMM

    • Minha mãe me mandaria embora na moral

    • @jonnny out it KKKKKKKKKKKKKKKKK

    • @Alvimar C. Não considero a reação dela com indiferença e, sim, com naturalidade, afinal ela já tinha conversado com os filhos e dito que não se importava quanto à orientação sexual deles. Ou seja, deu uma criação livre de preconceitos. É normal que ela não fosse ligar muito quando ele se assumiu, porque já estava muito tranquila quanto a isso. Também, é preciso considerar o momento desse diálogo né, ela estava bem ocupada e estressada.

    • @Alvimar C. ela lembrou a ele que não precisava ter se assumido e disse que o amaria independente de qualquer coisa. Pra mim, ela não foi babaca em momento algum. Só faltou um pouco mais de noção dele em escolher um momento adequado para tratar desse assunto.

  • Terceira história: não é babaca. A mãe tava super ocupada, e ela já deixou claro desde muito tempo que ela aceita isso e o ama como ele é. Além dela estar estresada por fazer aquele monte de comida, por isso ela falou daquele jeito. Ela só falou pra família por causa que o guri teve um ataque de raiva e ela não sabia por que, então foi pedir informações pra ver se ela tava errada nesse assunto, entendo que se assumir é estressante também, além dele ser um guri de 15 anos, mas precisava de tudo isso? Tipo, você sabe quantas pessoas LGBTQ+ queria uma mãe que te aceita-se? Achei um pouco babaca. Mas ele é um adolescente então tudo bem.

    • @Tururu Tipo, a própria comunidade LGBTQIA+ existe pra que a situação se normalize.

    • @Tururu sim, eu acho bem melhor não chamar atenção pra isso, pq é desnecessário, e nn é algo que a maioria das pessoas precise saber

    • Sim, até no ponto de "a precisa de coragem e é de se orgulhar ser do grupo LGBTQI+", as pessoas normalmente pensam isso por ter mt preconceito, mas tem preconceito pq as pessoas colocam isso como sendo grande coisa e mt diferente, então reagir como se não fosse nada demais é a melhor opção tanto pro filho não ficar com bloqueios ou preconceito contra si mesmo, quanto para diminuir essa pressão toda que colocam em cima desse grupo kkkk tipo fodase? Sou bi, demorei pra krl pra me aceitar e vira e mexe ainda encontro uns bloqueios de infância em mim perdido quanto a isso, mas eu esqueço q é algo "diferente", falo com as pessoas cm a maior naturalidade sobre meus gostos e as pessoas me tratam assim tb, é bem melhor assim

    • @Bizzi Nossa, exato, pq quando eu me assumi pra minha mãe (de ser bi) ela chorou pq não gostou, mas eu sempre tento me contentar com o fato de que ela deixa esse assunto pra lá e não pirou (isso que é uma situação tensa) e ficar feliz cada vez que me meu pai comenta isso mesmo na frente dela (ele mesmo não é completamente confortável com isso, mas tenta muito me apoiar e não fala nada contra). Talvez o momento possa ter sido sobre o que o Luba disse, de ele querer um tempinho, mas ele também escolheu um péssimo momento.

    • Eu achei o adolescente um tanto babaca, ele parece aquelas pessoas que constrói personalidade em cima de sexualidade, o que é bem chato. Eu por exemplo, quando contei pra minha que eu era bi(quando tinha 14 pra 15), ela nem ligou, e tudo bem, as vezes ela até confunde se eu sou gay, mas tanto faz; a reação do garoto foi extremamente desproporcional, e ele foi um tanto babaca; O reddit jugou ela como babaca, porque tem um viés "pro-lgbt" muito grande.

  • Nessa última história eu não concordo que a mãe tenha sido babaca, ela pode ter sido um pouco insensível mas como ela disse, ama ele do mesmo jeito e não considera grande coisa, ela pode ser mal instruída e não saber de tudo da comunidade lgbtqia+? Pode, mas não tá sendo excludente com o filho, enquanto muitas famílias estão pouco se lixando de saber como lidar com LGBT's por simplesmente não aceitarem, ele ter sido exposto foi consequência do showzinho desnecessário dele, fez tempestade num copo d'água.

    • como aquele comentário disse talvez ele tenha se decepcionado pq tem todo o preparo e um tempo pra tomar coragem de se assumir quando alguém faz isso a pessoa provavelmente espera receber apoio e carinho, tlgd? Sei la, só uma hipótese

    • E a mãe disse que estava ocupada, então não seria respeitoso querer atenção demais numa hora dessas. Além disso ela expôs o garoto pq estava desesperada e queria entender pq o garoto agiu daquela maneira, já que ela se sentiu magoada por ele ter saído de casa, pois não faz o menor sentido agir daquela maneira se ela respeitou a decisão dele. Acho o garoto o maior babaca. Muitos queriam ter essa mulher como mãe.

    • concordo totalmente!! Não achei a mãe nem um pouco babaca! Além disso, não foi uma exposição desnecessária e com intuito de difamar ou julgar, ela só ficou sem reação diante do show que ele fez e foi procurar ajuda para lidar melhor com o climão que o próprio moleque deixou! Também penso que ele poderia ter esperado um pouquinho mais para contar, logo que a comida ficasse pronta.

    • Acho que o que pegou foi a indiferença mesmo, ele se sentiu deixado de lado. Mas entendo a mãe tbm, tava fazendo comida super ocupada.

    • O menino basicamente queria atenção, sla, esperava receber aplausos por se assumir Gay. A mãe podia ter dado um pouco mais de atenção, tipo "Isso não muda nada, te amo da mesma forma"(Ela falou essas duas coisas, só que em frases diferentes) ou sla, e ele ter falado isso enquanto ela cozinhava foi bem... Nhe

  • Essa história da mãe que tacou o F pro filho se assumindo me lembrou muito a minha família, assim, eu nunca precisei falar abertamente que gostava de algum cara até já tinha trazido um namorado pra casa e meus pais tiveram *ZERO REAÇÃO DE SURPRESA* KKKK mas eu lembrei de quando senti que tinha que explicar para a minha avó e ela disse as palavras que eu levo no meu coração até hoje : *uai e o que qui adianta se você não firma em nenhum* (eu tava na época de ficar por ficar mas hoje eu sigo com um namoro de várias anos em que não nos separamos mais por nada) eu ri muito na aquele dia em que minha avó estava mais preocupada que eu valorizasse os meus relacionamentos do que pela minha sexualidade, queria que houvessem mas famílias tacando o F assim no Brasil 👵🏾♥️

    • ela nem tacou o foda-se e sim tratou como algo comum, porque é algo comum só gente preconceituosa acha q a galera lgbtq+ não é normal tua vó parece ser muito gente boa

    • adorei sua avó KKKKK

    • @T S acho que ele queria que a mãe dissesse que vai levá-lo para o *casos de familia* com aquela pirrasa toda KKKK (As heteros militando errado lá: fica tranquilo que "você é bem melhor que essas pessoas normais" ) 😐😑😶

    • Simm, gostei da reação da mãe dele, acho q tratar esses temas com naturalidade é a melhor coisa, afinal é algo normal

  • minha mãe quando eu "assumi": " atá só não pode trair, mas isso eu falaria se fosse hetero tbm", e continuou cortando os legumes kkkkkk

  • Sobre a última história: Eu acho que a mãe não foi babaca, mas entendo quem acha que ela foi sim babaca tipo, ela contou pra família que o guri é gay sem a autorização dele e também foi "um pouco grossa" (entre aspas porque não vi nada de mais na resposta dela) mas, cara, ela tratou isso duma maneira compreensível e normal. Eu se estivesse no lugar dele, teria ficado bem aliviada pela reação dela (que foi o completo oposto a da minha mãe, que falou que isso era errado, que mulheres devem ficar com homens, que pessoas trans vão contra os desejos de Deus e blá blá blá...) Bem, essa é a minha opinião. Não foi babaca :)

    • Tipo eu acho super normal ela contar isso, já que ela não entendeu o que aconteceu. Ela respeita e aceita a decisão do garoto e ele age de forma indiferente? Ela ficou magoada por ele ter saído de casa. Devemos ver não somente pelo lado do garoto, mas da mãe também.

    • @𖤲ꦌ̸໋᳝۟🎐·ִֹ⁠ꪰ ηɘ⃪ѵყ ☂︎ exatamente, esse papo de expor o garoto pra mim n cola, ela contou para pessoas próximas o que estava acontecendo pra saber a opinião deles e lidar melhor com a situação

    • sim, mas ela não contou pra família inteira, ela só contou pro pai do mlk e pros irmãos dela, já q o mlk teve um adp e só saiu de casa, ela precisava q ajudassem ela, imagina só, você tem um filho e ele simplesmente sai de casa só pq vc não agiu da forma que ele queria (mesmo avisando q estava estressada e que eles poderiam conversar depois que a comida estivesse pronta), se ele tivesse esperado um pouco teria sido tudo mais de boa.

    • Sim velho, minha mãe gritou por um tempão comigo quando achou que eu era, por sorte ela só esqueceu esse dia por achar que eu "parei de virar" gay.

    • Pelo menos tu e assumida ne.... Ja eu;-;

  • Primeira história: ngm foi, entendo o ponto dos dois. Segunda história: fic Terceira História: esse menino deveria agradecer por ter uma mãe que aceite ele. Mas entendo que ele tem 15 anos e não entendeu que a mãe tava estressada naquele momento. E tbm acreditem ou não, tem filhos que não gostam de pais liberais kkkkk

    • sobre a terceira história, eu tenho 15 anos e sou bi e eu amaria se minha mãe tivesse essa msm reação, quando eu disse a minha irmã(minha segunda mãe) ela disse q tava nem aí e que me amava do msm jeito, e eu simplesmente chorei pá porra pq fiquei mto feliz eu esperava pelo menos um tapa na cara sla kkkkkkkkk, eu entendo esse menino de certa forma é um momento difícil mas achei q ele fez um drama pra uma coisa q não tinha necessidade

  • Sobre a história da lápide: justíssimo a lápide daquele jeito, só quem já conviveu com traições na família sabe o quanto isso afeta todos e de maneira esgotante. Não faria diferente. Talvez faria até pior.

  • luba: -lê uma frase da história e para- ansiedade: AIN QUE DELICIAWWN

  • O menino da última história queria ser expulso de casa pela mãe, mas percebeu que ela n se importava e expulsou a si mesmo

    • Kkkkkk sim mano, principalmente porque ela criou os 3 filhos num lar sem espaço para preconceito e deixou bem claro que não se importa com a orientação sexual deles!! Além disso, o timing do moleque foi muito errado, na boa!! Não poderia ter escolhido hora pior pra sair do armário e revelar à mãe!

    • @Isabela Sena exatamente

    • Eu achei que a comunidade foi um pouco injusta. Tem gente defendendo o menino, mas se parar pra pensar ele foi criado desse jeito. Ela parece ser bem sensata e acho que já tinha falado pros filhos que ia amar eles independentemente da sexualidade deles. Então, basicamente, é você chegar em uma casa conservadora e falar pra sua mãe: Mãe, eu sou hétero. Aquilo já é normal pra família deles, então o moleque deu um surto por nada.

    • 🤔 pode ser?

    • @Thiago Guerreiro Esse corretor sempre me fazendo passar vergonha. kkkkkkkkk

  • Tenho dois meninos, hoje, eles tem 12 e 14 anos, já falei para os dois anos atrás que não importa a preferência sexual deles, eu amo eles do mesmo jeito, para que eles não sintam pressão se um dia descobrirem q gostam de uma coisa ou outra ( se conhecer melhor). Antes eu achava q um deles seria gay, hj em dia não sei, mas como falei estou de boa e vou amar eles d QQ maneira.

  • Luba eu trabalho em um hospital de campanha da covid 19 e em outro hospital geral. Seus vídeos fazem o meu dia ficar mais leve. Obrigada

  • Na primeira história: Todo Mundo é Babaca. Acho que não precisava desse exagero todo, principalmente na parte do "Pare de tentar tirar meu tempo livre de mim", mas também acho que não tem essa de ficar em casa sem fazer nada, já que vão ter coisas á fazer, mesmo que não vão ser suas "top prioridades", e isso tudo poderia ser feito num dia só dessas duas semanas, mas ainda assim criaram uma briga desnecessária por nada. Na segunda história: Não É o Babaca. Era verdade o que 'tava na lápide? Sim. Era necessário? Não KKKK mas ainda assim, se eu fosse a mãe eu faria a mesma coisa, já que não é porquê 'tá morto que significa que a pessoa foi alguém foda e incrível enquanto vivo, adorei essa mãe por sinal mano dkDLKSMLKSD essa amante também só apareceu pra dar dor de cabeça pra todo mundo junto do cara, então não tem que se intervir em nada no meu ver Na terceira história: Todo Mundo é Babaca. Achei esse garoto muito mimado e super exagerado, parece que ele queria ser expulso, mas quando não conseguiu ele mesmo decidiu se expulsar mano, e se a própria mãe disse já uma vez "Nem precisam se assumir pra mim, a não ser que sejam trans pra eu poder ajudar com isso" ele deu chilique já tendo uma noção da resposta que teria, mas no meu ver a mãe fudeu com tudo pro lado dela quando ela explanou sobre o filho ser gay pras outras pessoas sem o consentimento dele. No meu ver ela não foi realmente babaca, mas só muito despreparada pra isso tudo

    • Eu não acho ela ter sido babaca por expor ele. Ela estava sem entender nada e ficou magoada por ele ter saído de casa. Ela queria alguma explicação do pq ele saiu, já que ela respeitou e aceitou a decisão dele. Oq não faz sentido nenhum. Coitada

    • @man behind the slaughter Explanou o krl, se coloca no lugar dela, a porra do teu filho mimado sai de casa pq ela te acha normal, qts pessoas ai não gostariam de ter recebido essa reação natural? Mas voltando ao ponto, ela é mãe e pediu pra 2 familiares uma opinião sobre o assunto pra tentar lidar da melhor forma possível com a situação, errado seria ela ser ignorante e não procurar entender a situação, mas esse povo q defende o mulek com ctz é carente de atenção

    • @Thiago Guerreiro Sim, já pintei antes, tanto o meu quarto quanto a casa de amigos, e sei que é trabalhoso, ainda mais na parte de preparar a parede/coisa que você vai pintar Mas não é porque seja trabalhoso que necessariamente seja chato, tipo alguns hobbies que apesar de que você tem que se esforçar ainda são bacanas, além de que fazer alguma coisa com a pessoa que você gosta se torna interessante, não é? Mas nem é pela parte de pintar o quarto lá, mas sim pela parte de sair de férias, que não é possível que alguém ache isso trabalhoso e chato, pelo menos pra mim

    • @Felipe P. Miotta Ao meu ver, pintar um cômodo inteiro é trabalhar, já pintou alguma coisa pra saber o trampo que é? Uma vez levei dois dias para pintar um portão de garagem e um social e olha que tinha um amigo ajudando.

    • @Matheus Leão Meio á meio, ele deu o maior chilique, mas ela expôs sobre ele ser gay pro resto da família sem consentimento dele

  • Fala a verdade você não decorou as siglas, só espera a conclusão do Luba.

  • Sobre a última história, eu já tô tão acostumada com a convivência de pessoas lgbt+ q se meu filho se assumisse pra mim, eu literalmente teria a mesma reação dessa mãe "tá, e eu cm isso?" Kkkkkkkkk

    • @Lacoste Ao Vinho. Eu tbm kskskskskskkskskskskks

    • Eu tbm teria essa msm reação, ela foi até carinhosa com ele e o mlk vazou da casa ;-;

    • Eu diria "Ta,eai oq vc ia falar de importante?" Pra mim e 100% irrelevante alguem ser LGBTkkkk todo mundo e oq quer

    • Ele queria que a mãe abrisse um evento. Ele diria "Mãe eu sou gay" E ela diria "Espera que eu vou organizar uma festa depois dessa revelação"

    • -pai eu sou bi - sua mãe tbm kkk vamo x1 no Mine?

  • Cara, se minha mãe tivesse dito para minha que ela não se importa de ser eu ser bi e que isso não importa eu ia ficar feliz. Para começar eu fui OBRIGADA a sair do armário pelo meu pai, porque na época eu tinha uma namorada, a gente namorava escondido, e o meu pai viu as mensagens que eu trocava com ela e disse que se eu não contasse para a minha mãe ele iria contar. Aí eu acabei falando para a minha mãe, ela ficou muito brava, brigou muito comigo, me ofendeu, essa situação toda me machucou muito emocionante. Ela se afastou muito de mim por um tempo, mas felizmente hoje em dia estamos bem. Porém nós nunca mais tocamos no assunto, e toda vez que eu tento ela me ignora e finge que não está ouvindo. Então se minha mãe tivesse reagido da mesma forma que a mãe desse menino eu ia ficar feliz ainda.

    • Ei, posso te dizer uma coisa? O teu pai é um babaca nível ômega.

  • gente... em relação a última história, eu diria que ninguém foi babaca... eu sei que ele estava ansioso, é um momento vulnerável! porém... ela falou para eles desde de pequenos que não precisava se assumir, ela já instruiu eles assim! e eu tbem não acho que ela tenha falado tipo "ok, ta bom, agora sai" ela deve ter falado de uma forma diferente. ele já sabia disso! ele poderia ter escolhido um momento mais apropriado, já que ela sempre deixou claro oq ela achava sobre isso.

  • Minha mãe fez exatamente isso (parte final do vídeo), e sinceramente no começo eu fiquei muito incomodado por não saber qual foi a reação dessas pessoas, embora porém toda via também fiquei feliz por saber que minha mãe não estava negando quem eu realmente sou.

  • Última história: não acho que ninguém tenha sido babaca, entendo que foi importante para o filho aquele momento, mas acho que não precisava de tudo isso, eles poderiam conversar depois e esclarecer as coisas, a mãe poderia desabafar, explicar que naquele momento em específico ela estava preocupada com o jantar, isso não torna ela uma mãe ruim pq em um caso isolado (que a gente saiba) ela não deu tanta atenção ao filho, eles poderiam ter conversado depois do jantar. Mas também acho que o menino não precisava ter saído assim de casa e ter deixado a mãe preocupada e se sentindo mal. Mas também entendo que cada um reage de uma forma, então o garoto podia ainda estar em choque por ter se assumido, sla

    • Eu sou mãe e tipo, exigir raciocínio lógico de uma mãe super atarefada é impossível. Acredito que depois com calma ela conversaria.

  • Quando eu me assumir para o meu pai ele olhou pra mim, riu e disse: "NÃO ME DIGA KKKKKKKKKKKKKK eu sei filha" então ele se levantou e voltou a fazer as coisas e eu fiquei no sofá rindo de nervoso

  • Primeira história: Ele foi mt grosso, ele poderia ser mais suave e tentar falar de uma maneira casual,tipo: Ah,não posso ficar em casa? to faz tempo esperando por esse descanso.. Talvez assim ela entendesse melhor, mas se não,vai com ela aproveita o fato de ter alguém com você :)

  • Eu acho incrível que se eu for ter um filho, ele nem vai precisar se assumir porque a mãe/pai é gênero fluído e bissexual, então para ele vai ser habitual e sem necessidade chegar e me contar a sexualidade. O gênero sim, para ajudar com a transição, se tiver alguma, ou coisas do tipo.

    • Ih

    • Sim o gênero eu tbm acho, pra ajudar a pessoa a não se sentir mal com o corpo

  • Estou lendo um livro que se chama " As 5 linguagens do amor", e uma delas é "tempo de qualidade", talvez o que essa moça queria em suas ferias era passar um tempo de qualidade com o marido fazendo uma atividade e dessa forma sentir o amor dele. (Recomendo muito o livro, ajuda muito nos relacionamentos).

  • Aí mano esse vídeo é perfeito, principalmente a edição obra de arte

  • Meu deus cara cada história por isso amo esse quadro! A única coisa que deixa meu dia feliz,obrigado Luba adoro teu contéudo!

  • 16:50 é sobre isso luba, queria eu que minha família tivesse essa reação, seria maravilhoso, mas não foi assim

  • A última história a mãe só foi babaca por falar pra família,de resto ela foi extremamente bem em tudo que lemos da história 99% das pessoas que se assumiram queriam ter uma mãe dessas,ele queria oque ? Que ela desse um biscoito pra ele e batece na cabeça dele dizendo "parabéns agora você é homossexual"? Não é assim que as coisas funcionam,se fosse qualquer outra mãe o menino teria se matado porque a maioria das outras mães teriam feito coisas piores(não que ela tenha feito algo errado) eu simplesmente nao entendo esse subreddit.

  • *Jack:* Eu sou gay. *Mãe:* Ta bom. *Jack:* Pane no sistema alguem me desconfigurou.

  • Cara da primeira história: férias de 14 dias Luba: AMADOR

  • Adorei o "deveria ter orgulho do seu filho ser lgbtqui+" pq tipo acho q ela poderia sim ter parado um pouco para pelo menos lhe dar um abraço e parabenizar sua coragem. Porém eu tbm concordo q não faz diferença nenhuma. Nenhum pai/mãe com filho hetero (não os louco) falam "temos orgulho de vc ser hetero" kkkk

  • QUANDO EU ME ASSUMI MINHA MAE FEZ A MESMA COISA ELA FALOU LITERALMENTE "a tabom eu ja sabia, n importa t amo" kakakakak e eu tava CHORANDO KAKAKAKAKA mas foi lindo

  • Minha mãe quando eu me assumi: "Não é a coisa que eu queria, mas fazer oque? isso é uma ESCOLHA sua" minha mãe é tão mente fechada que eu nem tentei dizer que isso não é uma escolha (até porque quem iria escolher apanhar na rua?)

  • Luba há alguns anos: Faz um Fodrigo Raro. Luba hoje: Rouba os efeitos sonoros do programa do Rodrigo Faro e se torna o Fodrigo Raro.

  • o Luba falando sacrifício e equilíbrio na mesma frase me da gatilho

  • Sobre a história do filho gay aconteceu algo parecido cmg quando eu me assumi bi Pro meu pai, o diálogo foi +/- assim: * pai assistindo tv * * eu chego e sento do lado dele no sofá * * fico esperando um tempinho tentando ter coragem pq n tinha ideia de qual seria a reação dele * Eu: pai tenho uma coisa pra te contar Pai: hm Eu: eu sou bissexual Pai: tem certeza? Eu: sim Pai: mas vc já experimentou? Eu: já Pai: … Eu: … Pai: tá E foi isso ksksksk

  • Aprender a como ter um relacionamento saudável namorando? NOPE Aprender a como ter um relacionamento saudável com o Luba? LÓGICO!!!

    • Golden Luky só heterosexual e vejo Luba então vc foi refutado

    • O Leo não vai gostar nem um pouco disso kskksksskskksssk

    • E o Luba é um alienígena?

    • Aprender a ter um relacionamento saudável namorando o Luba? STONKS

    • @shihama 11 não ele e o Gay que faz qualquer heterossexual virar gay com facilidade

  • Minha mãe fez a mesma coisa que a mãe do Jack quando eu me assumi, ela disse "tá idai?" eu fiquei meio em choque mas tbm aliviado por ela n me expulsar nem nada. Eu n acho que ela foi babaca, ela só não teve a mlr escolha de palavras.

  • Não acho que a mãe da última história tenha sido babaca, mesmo que ela foi meio fria, eu se fosse pai não estaria nem ai, até pq eu sou um homem trans gay e meu namorado um homem trans bissexual, então isso estaria meio nítido que não iríamos. Se eu fosse me assumir ai sim que teria expulsão de casa ou sei la separação e tudo de ruim, namoramos escondidos e só me assumo quando for morar sozinho. O menino se auto expulsou de casa, sem nenhuma razão, a mãe apoiou ele mas ele ficou furioso por ela ter sido um pouco fria, nem tudo vai ser um mar de rosas, ou um mar de coisas ruins.

  • Aí Luba, você me faz tão feliz e nem imagina. ♡

  • PQP MENOR KKKKKKK, eu li essa segunda história no reddit, é foda ver que o Luba achou ela o suficiente para botar no vídeo.

  • Sobre o caso da mãe: Acho que não deveríamos julgar ela como babaca, no máximo insensível mediantes a situação. O primeiro ponto é que ela estava em um momento importuno, talvez se não tivesse atarefada não ocorreria isso, segundo ela quis saber a opinião dos irmãos para saber se ela foi babaca, ela quis saber e talvez corrigir as ações dela, pode ser tido um pouco invasivo contar algo que é recente ainda, mas ao julgar a reações dos irmãos, ninguém era contra e iriam apoiar ainda mais o garoto, isso só foi uma situação importuna da hora ali, que poderia ser diferente se ocorresse em outra situação e tudo mais.

    • @Bear. Soft n entendi da pra explicar? Tem 109 comentários

    • @??? Ela teria que contar o menino se auto expulsou de casa, então ela precisou de uma explicação e ajuda.

    • @??? Na vdd eu entendi o pomto dele também. Como foi dito no vídeo, o garoto teve que ter muita coragem pra fazer isso. Graças a deus o mimdo ta menos homofóbico, porém isso ainda existe. Eu mesmo, mesmo sabendo que minha mãe iria aceitar "bem" (no sentido de não surtar e me mandar embora. Ela foi meio assim no início mas Hoje ela é bem de boa já) se eu me assumisse, ainda era algo grande pra mim. Ainda era algo que eu tinha medo de falar. Principalmente por como já fui tratado por esse detalhe da minha vida (que é isso que sexualidade é: um detalhe em sua vida muito mais complexa). Ainda assim, a reação dele foi BEEEMM exagerada. Não o julgo por ficar meio irritado, porém sair de casa e ir pro pai? Bem infantil isso.

    • @Higor Martins Sim concordo não acho que ela foi babaca por isso e acho que ela já deve ter que desconfiava do filho por isso ela não deu tanta importancia mesmo que pra ele foi difícil mas ele já sabia que a mãe dele nunca se importou com isso e acho que ela foi na inocência contando pros seus irmãos

    • Vdd concordo com vc.

  • Nessa parte 2:17 concordo plenamente kkkk o tempo corre depois dos 25 kkkk

  • Tava com saudades das QUARTAS REDDIT

  • MT bom esse título "Sou babaca por >>EXPOR

  • A primeira história pra mim acho que depende muito do ponto de vista. Pra mim parece relaxante e divertido pintar a parede do quarto e fazer uma viajem pra casa do lago

  • Sobre a história da lápide: Não era necessário, mas ele mereceu.

    • não era necessário, entretanto, tudo bem KjkkkKKKK

    • discordo, mas só opinião pessoal minhakkk

    • @Thiago Guerreiro n tem obrigação de falar pra mãe dele tirar oq escreveu mas ja q n falou foi sim bem babaca

    • @alexandre silva Basicamente é um pessoa que trai o cônjuge.

    • @Clips do Poro Mas aí seria mentira, se ele tivesse impotência sexual, não teria engravidado a outra mulher. E não acho legal usar o termo "broxa" é um termo pejorativo que afeta o psicológico de muitas pessoas que sofrem de impotência sexual.

  • 9:45 Cara, é real bem possível. Principalmente se o coração da pessoa já estiver pedindo arrego. O meu primo de 20 e poucos anos morreu literalmente assim (claro, que por motivos bem específicos, mas o fato é que o coração dele já tava pedindo ajuda) e se ele morreu assim, acho q um cara mais velho é fácil morrer também

  • to adorando essa frequência de vídeos, pois a cada vídeo postado eu faço um evento pra assistir!!!

  • hmmm me questionando quando vou poder compartilhar a minha história com o Luba novamente na Turma-Feira 🤌🏻

  • Eu seria a mãe falando pro filho “i eu com isso?” HHAHAHAHAHAH

  • Nada melhor que numa quarta-feira, ter QUARTAS REDDIT. Edit: pq isso pegou tanto like?

    • Eu vendo os comentários: pera hj é quinta quarta e sabado?, MAI QUE PO-

    • @BRUNO SYD sim kkkkkkkk

    • Infelizmente to vendo na sexta

    • @Nae Nae Nezuko bem meninas malvadas skkdkxkdk

    • @StacksJaxX ss tbm

  • quando eu me assumi pra minha mae ela falou: e ai? e continuou a experimentar a roupa kkkkkkkkkk

  • a última história parece ser mais fã fic do que a segunda KKKKKK

  • AAAAAAAAAA QUE SAUDADE DE "FUI BABACA?" AKXJSKDKLSOKXKDKWJDMJCWJDJSSKJKDKWNDKSKDLSLSLSOS OBRIGADA LUBA

  • o luba toda vez dps de uma historia: eu to muito curioso para ver oq vcs colocaram NESSE

  • Eu tenho um colega que literalmente foi expuls0 de casa no dia que se assumiu pra família. Ele tinha 17 anos, mandaram embora com uma mochila com roupas e um dinheiro pra ele pagar uma passagem de ida pra onde quisesse. Era cidade pequena de inteiror, a notícia se espalhou, ninguém deu emprego pra ele então ele realmente foi pra outra cidade. Ele se prost1tuiu pra poder ter o que comer, mas viveu na rua por uns 3 anos. Ele disse que um dia um dos "clientes" agred1u ele e o jogou numa rua um pouco deserta. Uns missionários de uma igreja estavam saindo pra fazer aqueles trabalhos com morador de rua e encontraram ele, ele contou a história dele e eles levaram pra um abrigo (tinha onde dormir, tinha comida, roupa) e arrumaram um trabalho pra ele. Quando ele juntou um dinheirinho bom, arrumou uma casinha simples, conseguiu mudar de emprego. Hoje ele tem 26 anos. Terminou os estudos, fez curso técnico, abriu um negócio, tem casa própria. Nunca mais voltou pra cidade dele, nunca mais falou com os pais, mas não duvido que ele amaria ter ouvido o que essa mãe disse. Ninguém merece viver o que ele viveu. Tenho um outro colega que só se assumiu pros pais aos 28 anos porque foi quando ele conseguiu sair de casa e se bancar, porque ele sabia que se falasse enquanto morava com eles seria expuls0 de casa. Os irmãos sabiam e o ajudavam a esconder dos pais. Ser rejeitado, humilhado e/ou expuls0 de casa, é o cenário da maioria dos lgbtq+ e essa mãe já deixava claro que era mente aberta pra isso. Achei um pouco de exagero ele fazer isso se era algo que era normalizado e aceito dentro do ambiente familiar dele, que não precisaria nem dizer nada a menos que fosse trans porque aí ela o ajudaria na transição, e a mãe também tinha deixado claro que tava ocupada, com a mente estressada o dia inteiro com os preparativos e, provavelmente, ele tava vendo a correria dela. Talvez ela pudesse ter falado de outra forma, mas no cenário que ela tava ali (gente pra chegar, ela sozinha com comida no fogo com risco de queimar, ela já tinha pedido pra eles se entreterem pra lá pra ela poder dar conta do que tinha que fazer)... Não achei ela bab4ca.

    • Eu concordo, sou uma garota hetero mas na minha família inteira ninguém se importa do outro ser lgbt provavelmente teriam a mesma reação da mãe da história, talvez até um pouco mais simples tipo "ok"

    • nossa cara...

    • @Daniel C.B eu sou cristã e gosto de mulheres, acho que sexualidade é religião são coisas totalmente diferentes e que nenhuma deveria influenciar na outra

    • @visible boy$ Não precisa ler. Não é obrigatório, não 😊

    • Krl muito grande

  • Luba: 1 ano de namoro= quase estabelecido Meus pais q namorarão 10 anos: como assim?

  • 18:45 Minha mãe ouviu essa parte do vídeo muito fora de contexto, quando ouviu começou a rir e perguntou: Meu deus q mãe é essa?! KSKSKZ

  • 10:25 vale lembrar que "john doe" ou "jane doe", no feminino, significa meio que "zé ninguém" (mas também é usado como forma de esconder o nome da pessoa, não dá pra saber se a mãe do op botou isso na lápide mesmo ou se ele só não quis revelar o nome do pai)

    • @Victor Pires boa, não sabia q até a policia usava

    • @na so MVP significa "Most Valuable Player" é usado pra denominar o melhor jogador de uma partida (nesse caso da historia)

    • Creio eu que só não queria revelar mesmo, ja que jhon doe e jane doe tbm é usado pela policia quando eles não sabem o nome da pessoa (o cadáver no caso)

    • E eu só queria saber sobre o mvp do comentário

  • Historia 1: 2 babacas Historia 2: Unico babaca da historia é o pai Historia 3: Na minha opiniao a mae nao soube lidar talvez pela criaçao dela ter sido tao fechada e nao ter tido ninguem proximo a ela, logo nao tem vinculos com a comunidade LGBT e por isso tratou com descaso. Nao diria que ela foi babaca e sim insensivel demais pq nao esperava que o filho falaria sobre. (Eu por exemplo teria parado de cozinhar para conversar com ele)

  • na ultima historia: filho: mãe..... eu sou gay mãe: ta, lgl. filho: q??? q reação foi essa mãe: quer receber medalha por ser gay é? vai brincar vai

  • 03:37 nossa sim, os últimos 5 meses eu passei todas minhas tardes estudando; fazendo coisas relacionadas a minha vida escolar todo santo dia, de segunda a segunda e eu tava mt cansada n aguentava mais, daí ontem e hj eu tirei uma folga e me sinto melhor já

  • Sobre a primeira história: Por isso eu sou solteiro e me mantenho assim.

  • Mãe: trata o filho como gente O filho: AAAAAH EU ODEIO MINHA MÃE

  • A mãe eu não achei babaca, só um pouco despreparada. Ela claramente não se importa e amaria o filho de qualquer jeito. Para ela, ser gay não é nada demais. Ela não é "má", mas faltou cuidado na escolha das palavras. Só que o menino sim foi babaca. Fugir de casa porque a mãe não deu tanta atenção durante um momento claramente cheio de tarefas é exagero. Tantos gays queriam ter uma mãe assim e o cara age dessa forma, meio demais. Ficar trancado no quarto até intenderia, mas isso é demais.

    • do jeito que ele agiu, mesmo se ela tivesse escolhido palavras melhores, esse menino ainda ia fazer uma cena de novela

    • na parte em que vc diz:Ela não é "má", mas faltou cuidado na escolha das palavras. pra ela é a mesma coisa que se assumir hetero é algo normal do ponto de vista dela e ela ja avia dito que nao ligava

    • CLARAMENTE

    • Concordo muito meus pais não apoiam minha sexualidade e eu queria que eles dissessem que não se importam seria um sonho

    • eu acho q todo mundo foi babaca, ambos deveriam ter sido mais compreensivos um com o outro

  • quando me assumi bi foi a mesma coisa kkkk eu: mãe sou bi ela: o que é isso? eu: gosto de meninas e meninos ela: ahhh isso? eu já sabia e eu morri de rir kkkkkkkkkkk :)

  • 9:42 pior que q exatamente a mesma coisa aconteceu com meu vizinho, ele fala eu de ataque cardíaco durante uma relação com a Amante, talvez seja histórias assim sejam mais comuns do que a gente pensa

  • Luba: A pergunta de hoje é: Você é babaca? Eu: Si.. Luba: Não não responda agora Eu: Desculpa

  • Essa edição ficou muito boa KKKKKKKKKK

  • É a primeira vez que acontece uma situação aonde o filho fica br4vo da mãe não ser hom0fóbica. F - Mãe, eu sou g4y. M - Tudo bem, te amo mesmo assim. F - Como assim você não vai me expulsar de casa?? Não é esse o roteiro sua tóx!ca! Tô rindo com respeito kkkkkkk (Atenção, este comentário contém ironia. Obg de nada.)

    • @Samuel Silva é foda

    • @Ugly bich Também não vejo problema nessas palavras mas antes de eu colocar a censura o BRdown ficava excluindo o meu comentário, então pra eu poder comentar tive q fazer isso.

    • @☕ Senhorita_Coffee☕ ???

    • Tentando entender porque tu censurou palavras sem necessidade

    • Misericórdia é uma piada, descansa militante.

  • A mãe "n acho que ser lgbtqia+ é grande coisa, é de cada um" ai esta um bom ponto cara, como ela pode ser babaca?????

  • Faz tempo que não te assisto (me arrependo),e quando volto a te assistir....e esta ótimo claro :-)

  • assistindo e discutindo com luba, sim fiquei louco mas isso é ótimo

  • Interessante eles chamarem o adúltero lá de "John Doe" kkkkkk é como chamam quem vai ser enterrado como indigente

  • Mulher coloca adúltero na lápide do ex marido: Ícone, não babaca Mãe diz que aceita o filho sendo gay e que não faz diferença: BABACA Claro que isso é meme viu gente

    • @Juju então concordamos

    • @Naga Tony eu me referi ao julgamento do subreddit

    • @Juju na segunda história história todos são babacas na terceira não tem ninguém babaca

    • @Naga Tony sim

    • @Juju não

  • Concordo com sua opinião luba sobre todos principalmente a última e obrigada por mais um vídeo maravilhoso seu

  • Parece que esse vídeo finalmente está alinhado com qualquer tipo de existência no universo

  • luba: -sacrifícios editor: *TOCA MSK FODA COM VOZES FODAS E FUNDO DO FOGO DO INFERNO ARDENDO

  • Eu amo quartas reddt' ❤️

  • Na última história... a mulher não foi babaca ela agiu normal mente aberta, o menino q esperava um show ou uma cena de novela, e naquele momento ela estava ocupada, depois eles poderiam conversar melhor

    • @LD eu sei cara

    • @LD eu acho que ela não soube reagir direito, eu falei. Todo mundo erra

    • @Saludth entendi, obrigada pela conversa e por ter sido educado(a). tenha um bom dia ^^ (não estou sendo irônica, só pra deixar claro)

    • @Saludth e nem toda mãe é igual a mãe super acolhedora diversas mães falariam que tão cagando de um jeito sem maldade

    • @Juju pois é. não faz nem sentido essa linha de raciocínio. 👩‍🦯

  • Mn eu passei pela mesma situação do Jack ali, me assumi pra minha mãe (ela me aceitou de boas) mas falou disso pra família toda sem meu consentimento e eu fiquei magoada por isso

  • Caso 1 Meu voto : YTA Porqu se você mora junto com alguém precisa haver consenso das duas partes, coisas de casa precisam ser feitas sem exceção... E se ele teria duas semanas de férias não custava nada aproveitar uma semana com a esposa/namorada.

  • KAKAKAKAKAK PERDI TUDO NOS SONS DO RATINHO NA SEGUNDA HISTÓRIA KKKKKKKKKKKKKKK

  • Luba podia fazer uma versão desse quadro, com as história da turma

  • Filho- Eu sou gay. Mãe- Ta bom, n me importo com isso. Filho- •PANI NO SISTEMA, ALGUÉM ME DESCONFIGUROU•

    • @alfemb Mãe- Q se foda, deixa fazer minha comida aqui em paz krl

    • Filho - Mãe, eu sou gay. Mãe - fodase kkj?

    • @Lzineo ZzZz ÓLEOS? KKKKL

    • Aonde estão meus óleos de robô? Eu não sabia eu não tinha percebido. Eu sempre achei que era vivo

  • Última história: acho que NAH, meio difícil de entender mas acho que todos ali só fizeram e reagiram de acordo com o que são e o momento que estavam passando. A mãe dele foi sim soft asshole por contar pra família sem perguntar antes se podia, mas ela é mãe, ela como qualquer mãe, só queria ajudar o filho, ela estava pensando com as emoções não com a razão. E sobre a hora em que ele assumiu: talvez fosse difícil pra ele também ter que finalmente tomar esse passo e receber uma resposta inesperada ou diferente do que tinha imaginado, e penso que ele deu esse surto e saiu de casa pelo simples fato de ser apenas um adolescente passando por um momento muito tenso e vulnerável, então não é surpreendente que adolescentes sejam imprevisíveis nas situações mais simples. Então no resumo, acho que todos foram condizentes com o que o momento trouxe pra cada um.

  • Garoto: "Mãe eu sou gay!" Mãe: "foda-se garoto"

  • Os efeitos sonoros do programa do ratinho KKKKKKKKKKKKKK gold ✨

  • Cara, sou completamente emotivo. Se eu junto forças depois de muito tempo, pra finalmente contar pra minha mãe algo desse nível, e ela não me ACOLHE, eu ficaria muito mal também. Levaria um tempo pra eu processar que foi ótimo ela não se importar, porque faria total diferença eu receber o tempo, atenção e carinho dela nesse momento de vulnerabilidade. Entendo o rapaz, entendo ela também, acho que é só uma situação desagradável e espero que se resolva. E sim ela foi meio tapada de falar pro resto da família, mas também entendo, pq o filho dela fugiu de casa depois de um ADP e ela deve ter se sentido mal e confusa com tudo isso também, e desabafou prós irmãos sobre o que aconteceu pra saber se errou.

  • "Não fazer nada é INCRÍVEL e, as vezes, é exatamente... NADA" meudeus, sim?????

    • Verdade, acho meio curioso como tudo faz mal, tipo até nisso, se eu trabalho a semana de boas e no sábado eu quero sair , jogar, ver meus amigos e no domingo só dormir ou assistir sozinho de boas (pq n tenho ninguém ;-;), me sinto ótimo, mas se eu fico tipo, a semana toda fora de folga e coisa assim sem fazer nada me sinto péssimo kkk

    • cara... é tão relaxante, ainda mais no frio fiquei o dia interinho hoje atoa, foi tão boom😔✋🏻

  • Eu como medo dele falar "vou tirar férias de 14 dias igual a ele=D"

  • 5:55 : NAH ninguem foi babaca ,se ele trabalhava sem férias, ele merecia essas duas semanas de férias, ela pediu educadamente, ele tinha total direito de não aceitar. 11:17 NTA o babaca foi a mãe dele, mesmo que seu marido foi um escroto, ainda sim ela devia respeito, mesmo que não gostasse de suas ações, ainda respeitasse o pai de seus filhos. 17:55 NTA olha, eu já me assumi bi para minha familia, meus pais e primos me aceitaram como ela, ela sempre instruiu os filhos que ser lgbtqia+ não é errado e sim só uma escolha de vida, ela aindao recebeu bem, meu tios mais ignorantes me xingaram, disseram que eu não ia ter futuro, que eu era a decepção, o erro da familia, ela ainda o recebeu muito bem.

  • Levaram um primo meu no psicologo pra ele se descobrir e se assumir de uma vez, pq ela ja tava literalmente ficando doente mentalmente

  • Quando eu me assumi ser pan da minha pan ela apenas disse "tá" e continuou fazendo o que ela tava fazendo, adorei isso, amo ela